quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

As ruas e os viadutos do bairro perdido.




é o que chamamos de desastre
o fim da linha
de tempos em tempos
em cada família
um muito obrigado
por educação nos contentamos com pouco
mofo
nos damos por vencidos sendo que a batalha nem começou

quando eu era mais moço
pequeno rapaz
eu costumava soltar pipa em frente de casa
costumava me sentir feliz e até importante
eu perdia o caminho de casa
e encontrava quem eu queria ser

hoje não perco mais o caminho de casa
mas não sei se sou
quem eu queria ser

hoje o poema vai ser eterno
pra você que o leu
hoje
seu parente
vai estar perto
mesmo aquele que faleceu

 hoje

não perco mais o caminho de casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário é muito bem - vindo, fique a vontade!