domingo, 14 de novembro de 2010

Fim de semana



O que seria dos seres
humanos
sem a hipocrisia?
Seríamos todos hipócritas
eu diria.
A lei que rege o teu universo, qual é?
Enquanto ela estende a roupa no varal
ele lê
o jornal
no sofá.

O jornal já não é o que era
e nós também não. Não há motivos para viver no passado.
Se esse jornal, que ele lê
só transmitisse velhas notícias
já estaria no lixo.

Os professores pedem silêncio
pedem ajuda
clamam para que o seu silêncio seja ouvido.
Lá fora, ele fuma seu cigarro
pensa
sofre

volta
pede que abram o livro na página vinte e três
aos vinte três anos
para os vinte e três alunos.

No fim de semana
tudo se acerta
a vida continua
sendo que nunca parou
é somente essa sensação
de que tudo
tudo mesmo
se dá um jeito
quando os dias vão calmos
descendo a rua que você conhece muito bem
desde seus onze anos.

Um comentário:

  1. Muito bom este poema. Obrigado pelo comentário em meu blog, seja sempre muito bem-vindo.

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito bem - vindo, fique a vontade!