quinta-feira, 22 de março de 2012

O Mar Não Cabe Na Janela




1.

Dos muitos eus
que vivem em mim
o melhor
é o seu.

O eu
seu
é de mim
o melhor que posso esperar.

E quando ele teima em querer ir embora
e quando ele for embora
esse eu
seu
morrerá
e todos os outros
vão se desesperar
sim, vão, eu sei
serei
sem você
um eu
sem mim.

E o seu eu que é meu
vai levar de mim
o melhor
quando sou
longe
tento
e monge
sinto.

2.

E dizer que amar é andar sozinho
por ruas desconhecidas
e é não entender
porque quando se entende
não é amor.
Devemos deixar as conclusões
para o campo exato
das matemáticas
e lógicas.
O amor não é exato, nem lógico.
E dessa confusão que é
não saber se uso o elevador ou as escadas
se margarina ou manteiga e
lembrar
que você não gosta de indecisão
pensar
que não sou indeciso quanto a te amar
e ter certeza que te ter longe
é morrer
aos poucos.
Vamos então deixar
as emoções pra mim e pra você
e não vamos mais ter
vergonha de gostar
ou desgostar
e sem se desgastar
vamos eternos
e tenros.

3.

A nossa epopéia
vai fazer das glorias da nação
que vamos construir
mitos para todas as gerações.

4.

O mar não cabe na janela
o amar não cabe na lapela
e a tristeza não cabe no peito


Filho, de que jeito
o pai diz
de que jeito?



 
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário é muito bem - vindo, fique a vontade!