quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Fodido.

E no final das contas, eu era o trouxa.
Vai vendo.
Não se pode ser esperto sem saber
ao menos uma vez como é ser o trouxa.
Deixa estar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário é muito bem - vindo, fique a vontade!