quinta-feira, 25 de março de 2010

Eram um casal
do outro lado da rua
mãos dadas
olhos nos olhos

casal novo
crianças
um trinta e dois
outra vinte e nove

andavam juntos
passos leves
coisas de apaixonados

cuidado
o carro
um atravessou a rua
o outro ficou
e isso já bastou
o amor
findou

3 comentários:

  1. oi michel, obrigada! não sabia que você escrevia poemas, gostei bastante. :)

    ResponderExcluir
  2. tudo o que existe, não apenas o amor, esta condenado a nascer, a transformar e no fim, inexistir.

    Se é que me entende.

    Abraços,
    Ronny William.

    ResponderExcluir
  3. Ei Ronny, que bom ver vocÊ por aqui!

    Abraço.

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito bem - vindo, fique a vontade!