segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

O Fundo.

O Fundo do mundo hoje é o meu ser
O Fundo
Fundo
fundo
Tão fundo quanto o próprio mundo
Tão triste quanto à própria tristeza
Tão negro, escuro, não me curo.
Do fundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário é muito bem - vindo, fique a vontade!